segunda-feira, fevereiro 27, 2017

SILÊNCIO E LUZ POR LORENA MOURA



SILÊNCIO E LUZ

           O que há de íntimo e inexplicável na música é o mesmo que há no universo das águas profundas, após ficar observando os peixes de um lado ao outro me senti extremamente agraciada ao Cosmos e à vida...Mergulhei em direção às pedras, onde descobri haver um universo em movimento.
            É um mundo de espectros de cores e fantasia, onde há corais, peixes de todos os tipos e muitas flores subaquáticas. O movimento que existe lá embaixo te faz esquecer da superfície e da dureza intrínseca do chão. 
                 Você entra na intimidade de um ambiente que não te pertence; um ambiente onde você pode flutuar sem medo de cair; onde flores roxas, claríssimas, dançam ao ritmo da correnteza; onde só há leveza e o espetáculo da existência que, como a sua, só têm uma mesma condição que leva à outra: nascimento e morte. Dois pólos que pertencem igualmente à vida, como já dizia o filósofo Schopenhauer. Era tudo silêncio e luz.
                  



*Lorena Moura.
- Estudante de psicologia da Universidade Federal Fluminense - UFF em Campos dos Goytacazes-RJ.

Nenhum comentário: