terça-feira, novembro 25, 2014

O JOVEM - CRÔNICAS DA VIDA



Crônicas da Vida

O JOVEM

        Numa quinta-feira a simplicidade reinou na alma de um jovem. Fiquei feliz em ver que existem pessoas educadas e preocupadas com o próximo. Numa atitude simples, podemos mudar a direção das coisas.
         Lá estava ele, sentado numa agência bancária, esperando sua vez para ser atendido. Ao seu lado uma cadeira vazia, um papel com um número de senha de atendimento.
         Cheguei ao andar em que são feitos os atendimentos bancários ao público, vi o lugar vago, a direita uma mulher distraída com seu celular e a esquerda o jovem com semblante de escoteiro, sempre alerta para ajudar as pessoas.
         Vi a senha e peguei-a, vi que ela era uma senha onde seu número era bem menor do que estava na minha mão, quando peguei no andar anterior com um atendente. A minha senha era 151, a deixada pelo jovem era 140. Ele falou comigo, que deixou a senha ali, pois também tinha achado outra senha com o número menor do que o dele, de número 136. Falou com entusiasmo de sua atitude, e eu agradeci.
          Uma mulher com filho no colo sentou no seu lugar, pois ele estava a esperar a ser chamado para o atendimento. Entreguei meu número que era menor do que a da mulher, a mesma me agradeceu e fiquei a esperar.
          O jovem foi atendido e logo depois acenou para mim, como se já me conhecesse há muito tempo e seguiu seu caminho.
          Chegou a minha vez, fui atendido e fui embora pensando em palavras para perpetuar este ato. Um ato simples, cordial, que mostra que ainda existem pessoas com valores e moral.
          Sigo o meu caminho no fim na manhã de uma quinta-feira em plena Avenida Assunção em Cabo Frio, com a imagem de um passado breve em que o poeta José Casimiro, ficava com sua banca de livros entre o Edifício Mureb Mureb e agência do Banco do Brasil, me oferecendo uma balinha após uma boa prosa literária e indicações de livros de autores da Terra. Reminiscências para um futuro livro, afinal a vida é feita também de boas ações.

*Rodrigo Octavio Pereira de Andrade (Rodrigo Poeta)
Escritor cabo-friense e acadêmico.
Data: 25/11/14.


*Foto: Avenida Assunção (próximo à Caixa Econômica atualmente), no Centro de Cabo Frio/RJ. Foto de Wolney Teixeira (anos 50)




sexta-feira, novembro 14, 2014

MOMENTO POESIARTE!

*Esta é a vencedora do slogan escolhido para 
o projeto POESIARTE!

*Nome desta jovem escritora da cidade de Cabo Frio/RJ é Millena da Costa Inacio.
Este foi o slogan vencedor:
"ILUMINE-SE, A POESIA RENOVA A ALMA!"

POESIARTE MAIS QUE UM PROJETO!

*Na foto: O livro autografado por Rodrigo Poeta
para Millena a vencedora do slogan.

AQUI A POESIA ACONTECE!


sábado, novembro 08, 2014

FRASES & PENSAMENTOS!


LÍRIO DE RODRIGO POETA EM DOSE DUPLA!

*Meu poema Lírio de Casimiro foi publicado
na coluna de Yuri Vasconcellos no Jornal
Diário Cabofriense no dia 05/11/14.

*Meu poema Lírio de Casimiro faz parte 
da Antologia do II Prêmio Literário Escritor Marcelo
De Oliveira Souza de Salvador/BA.

*Capa da antologia.

terça-feira, outubro 28, 2014

PROJETO QUERO MAIS ÁRVORES NA MINHA CIDADE

*Ipê-Rosa da Travessa José Antônio Sampaio
no Centro de Cabo Frio/RJ

*No dia 26 de outubro tive o prazer de apreciar a poesia da natureza, a contemplar dois ipês-rosa na Travessa José Antônio Sampaio no Centro de Cabo Frio/RJ. Além desta árvores trazerem beleza para travessa, encantaram várias pessoas, que também registraram em cliques para guardar para sempre em suas memórias.

*Vejamos outras fotos:

*O belo deve ser apreciado!

*A natureza é o maior calmante
para nosso coração!

*Outubro Rosa também na Natureza!

*Vamos preservar estas árvores!

*Um poesia dada por Deus!

*Numa cidade em que árvores são decepadas em todos os cantos, onde os órgãos ambientais e ambientalistas não fazem nada e a sociedade é omissa, devemos plantar mais árvores e pedir ao poder público que proteja o que ainda nos resta de belo, que é a Natureza! Façamos nossa parte, pois já estamos caminhando para a escassez da água, para desertificação tudo pelo progresso desenfreado feito por corruptores de nossa Nação!

*Conheça mais sobre o Ipê-Rosa no link abaixo:

*Fotos: Rodrigo Poeta.
*Data: 26/10/14.
*Câmera: SONY HD MOVIE - 16.1 MEGA PIXELS.

*Envie fotos, charges, vídeos para: poesiarte@hotmail.com

*FAÇA SUA PARTE, POIS SÓ VOCÊ PODE SALVAR SEU MEIO AMBIENTE!

POESIARTE CHEGA AO PAQUISTÃO!

Representante da PEACE MISSION no Paquistão, 
Wajid Saeed exibindo suas honrarias
concedidas por Rodrigo Poeta 
Coordenador Geral do POESIARTE.


*No dia 07 de agosto, o Coordenador Geral Rodrigo Poeta da POESIARTE concedeu o DIPLOMA DE HONRA AO MÉRITO e MEDALHA ao representante da PEACE MISSION, Wajid Saeed do Paquistão. Mais uma grande conquista da POESIARTE. Um projeto de autoria de Rodrigo Octavio Pereira de Andrade (Rodrigo Poeta).

RODRIGO POETA RECEBE O TROFÉU CASIMIRO DE ABREU


*Recebi o Troféu Casimiro de Abreu pela Primeira Lírica do Poeta Casimiro de Abreu organizada pela acadêmica Marcia Kawitz no dia 27 de setembro. Participei com o poema Lírio de Casimiro.
Segue o poema abaixo:


Lírio de Casimiro

Numa rua, jogado no lixo,
Lá está um livro.
Primaveras de Casimiro.
Um poeta bem conhecido.

Nome de Rua em Cabo Frio.
Nome de cidade no Estado do Rio.
Cidade do Rio São João.
Cidade do poeta da emoção.

Um jovem poeta, pega o livro.
Recita em voz alta o poema O Baile!
Uma plateia nasce. O poeta agradece
As palmas do público.

O jovem clama Casimiro.
Hoje ele volta a ser chama
Numa lírica poética
De nome Lírio de Casimiro.

(Rodrigo Poeta)


segunda-feira, setembro 15, 2014

HOMENAGEM AO MESTRE NATHAN DE CASTRO

Nathan de Castro
(23/01/54 - 08/09/14)



*Nathan de Castro poeta natural de Patrocínio/MG um grande poeta mineiro e brasileiro, que nos deixou para escrever seus versos no céu aos 60 anos no dia 08 de setembro em Uberlândia/MG. Um grande sonetista contemporâneo magistral, um poeta da sensibilidade e do amor a escrita. 

*Vejamos um belo soneto de sua autoria:

Soneto de Setembro

Com voz de trovoada e olhos de coriscos,
o céu de cara feia afugenta o soneto.
Arrisco-me no verso livre, em branco e preto:
cantigas de setembros, chuvas e rabiscos.

Sinais de tempestades, flores, borboletas?
Versos de folhas verdes nas mãos do Poeta?
Quiçá, quem sabe a terra ensinando-me as letras
das cepas dos coqueiros de praias desertas?!

Canções de erva-cidreira, picão e canela,
remédios para curar as paixões de agosto...
Sementes nos canteiros de eterno desgosto?

Verso livre com cheiro de amor - primavera - 
abóbora madura (onde estão minhas feras?).
Silêncio, outro soneto, e um sorriso no rosto.

(Nathan de Castro)

*CLIQUE NA IMAGEM 
PARA AMPLIAR!

segunda-feira, setembro 01, 2014

IGUABA GRANDE PERDE O MAIOR INCENTIVADOR CULTURAL!

*Rodrigo Poeta e Jacques Azicoff.

JACQUES AZICOFF
(1944 - 2014)

*Iguaba Grande perdeu aos 70 anos o seu maior incentivador cultural, o mestre, escritor, advogado,  acadêmico,fundador e Presidente da Academia de Artes, Ciências e Letras de Iguaba Grande/RJ, Jacques Ary  Azicoff. Um homem que tive orgulho de conhecer em 2008 em Iguaba Grande/RJ, na ocasião que fui agraciado com o título de Membro Correspondente da AACLIG. Tive o prazer de recitar um poema em homenagem a esta tão distinta cidade. Poema este em que o mestre Jacques elogiou muito e sempre pedia nos eventos da AACLIG para recitá-lo. Em 2011 tive como prazer em nomeá-lo Membro Honorário da Academia Cabista de Letras, Artes e Ciências de Arraial do Cabo/RJ, quando fui Presidente. Um honra para mim, pois Jacques sempre foi um homem pacifista em busca da união entre as academias da Região dos Lagos. Um eterno sonhador. Tive também o prazer de tê-lo como jurado em uma das edições do Concurso POESIARTE. Jacques sem dúvida alguma foi e é um verdadeiro imortal!

Estas foram as últimas palavras de carinho que me deixou este ano:

"Rodrigo, tenho sincero sentimento de afeto por você, admiro imensamente você como pessoa humana, como Acadêmico, como amigo de muitos anos que somos.
Receba meu abraço fraterno."

(Jacques Ary Azicoff - 28 de abril de 2014)


Adeus amigo e mestre Jacques Ary Azicoff.
Rodrigo Octavio Pereira de Andrade (Rodrigo Poeta)
Ex-Presidente da Academia Cabista de Letras, Artes e Ciências de Arraial do Cabo/RJ.

EDITAL DO PRÊMIO RADIOTELEGRAFISTA AMARO PEREIRA DE CRÔNICA


PRÊMIO RADIOTELEGRAFISTA
AMARO PEREIRA DE CRÔNICA

EDITAL/09 - 2014

REGULAMENTO

1. Participantes:

1.1. Qualquer cidadão brasileiro ou estrangeiro, sendo que as crônicas inscritas estejam em língua portuguesa.

1.2. A idade mínima para participação do concurso é de 14 anos.

2. Período de inscrição:

2.1. Início: 01 de setembro de 2014.
Término: 30 de novembro de 2014.

2.2. Os trabalhos poderão ser enviando para o seguinte endereço postal:

PRÊMIO RADIOTELEGRAFISTA AMARO PEREIRA DE CRÔNICA
A/C RODRIGO OCTAVIO PEREIRA DE ANDRADE
ENDEREÇO: RUA JORGE LÓSSIO, N°1478.
BAIRRO: VILA NOVA.
CIDADE: CABO FRIO/RJ.
CEP.: 28907-015.

2.3. As inscrições são aceitas até o dia 30 de novembro de 2014 ou enviadas por via postal até mesma data, valendo o carimbo postal como comprovante do prazo.

2.4. As inscrições poderão ser feitas via e-mail. Enviar até a data limite para: poesiarte@hotmail.com

3. Categoria:

3.1. Crônica – 1 (uma) por concorrente, com máximo de 2 (duas) laudas (folhas).

4.Tema: UMA MENSAGEM DE PAZ.

4.1. O objetivo do tema é estimular a criatividade dos participantes, levando-os a uma reflexão para vida neste século.

“Não existe um caminho para a paz. A paz é o caminho.” (Mahatma Gandhi)

5.Textos:

5.1.Deverão ser escritos em língua portuguesa (idem ao item 1.1), digitados em papel branco A4, de um só lado da folha em fonte Arial ou Times New Roman, tamanho 12, espaço 1,5, em 6 (seis) vias (cópias).

5.2. Não serão aceitos trabalhos manuscritos, ou seja, fugir do padrão exigido. (ver item 3.1)

5.3. Os trabalhos deverão ser inéditos, isto é, ainda não publicados em nenhum meio de comunicação ou em livro e principalmente por sites ou blogs na internet.

5.4. Os textos deverão conter exclusivamente o título da obra e o pseudônimo do autor.

5.5. Os pseudônimos não deverão guardar qualquer semelhança com o nome, apelido ou outro fator de identificação do concorrente, pois se houver o inscrito será eliminado.

5.6. Casos de plágios serão denunciados pela organização do concurso.

6. Apresentação dos trabalhos por envelope e via e-mail.

6.1. Os trabalhos deverão ser enviados dentro de um envelope endereçado da seguinte maneira (idem ao item 2.2):

PRÊMIO RADIOTELEGRAFISTA AMARO PEREIRA DE CRÔNICA
A/C RODRIGO OCTAVIO PEREIRA DE ANDRADE
ENDEREÇO: RUA JORGE LÓSSIO, N°1478.
BAIRRO: VILA NOVA.
CIDADE: CABO FRIO/RJ.
CEP.: 28907-015.

No remetente deverá vir escrito o nome do autor e o endereço.

6.2. O pseudônimo não poderá vir escrito no exterior do envelope.

6.3. Todas as folhas dos trabalhos deverão conter apenas o pseudônimo no rodapé, sem assinatura ou qualquer ou tipo de identificação.

6.4. A ficha de inscrição deverá estar preenchida e assinada e deverá vir dentro do envelope.

Segue o modelo de ficha de inscrição:

Nome completo;
Cidade de origem:
Data de nascimento completa:
Cidade que representa:
Atividade que ocupa:
Título da crônica:
Pseudônimo:
Site ou blog:
E-mail:
Endereço postal:

6.5. Caso o inscrito não preencher devidamente o formulário acima não estará qualificado para o certame do concurso.

6.6. Não haverá devolução dos trabalhos recebidos.

6.7. Os trabalhos que não obedecerem às regras deste concurso serão automaticamente desclassificados.

6.8. As crônicas enviados por via e-mail deverão estar em documento Word, seguindo as especificações do item 5.1.

6.9. Não serão aceitas inscrições através de PDFS ou digitalizações.

 7. Julgamento:

7.1. O corpo de jurados será formado por profissionais da área, altamente qualificados pela Comissão Organizadora do Concurso, que serão conhecidos e apresentados brevemente no blog:

7.2. As decisões do júri são soberanas e irrecorríveis.

7.3. Serão ainda critérios para o julgamento das obras inscritas:

a) Vocabulário.                                                                  
b) Conotação (uso de figuras de linguagem).
c) Discurso.
d) Intertextualidade.
e) Criatividade.

7.4. Cada item acima valerá 20 pontos, o somatório de todos itens é de 100 pontos.

7.5. Serão 06 (seis) jurados que farão suas avaliações e irão comentar cada obra finalista, dando o resultado final após o somatório dos pontos.

7.6. Manter o texto dentro das dimensões propostas no Regulamento.

7.7. Não serão aceitos trabalhos fora do tema estipulado.

7.8. Trabalhos com menções pornográficas, preconceituosas (cor, raças, sexo, religião, etc) serão automaticamente eliminados pelo júri.

7.9. A comissão organizadora decidirá sobre as omissões deste regulamento, depois de ouvida a opinião do júri.

8.Divulgação dos resultados:

8.1. A divulgação dos poemas inscritos com os seus pseudônimos será feita através do blog do concurso.

8.2. O resultado final do concurso será no dia 20 de dezembro de 2014.

8.3. Tudo será divulgado no blog do concurso.

8.4. Caso ocorra atrasos nos resultados as datas serão modificadas e os inscritos saberão através do blog.

9. Premiação:

9.1. O primeiro colocado receberá um troféu, um diploma, dois livros, medalha de ouro e uma caricatura feita pelo caricaturista Zel Humor.

9.2. O segundo colocado receberá um diploma, um livro e medalha de prata.

9.3. O terceiro receberá um diploma, um livro e medalha de bronze.

9.4. O quarto receberá um diploma e um livro.

9.5. O quinto receberá um diploma e um livro.

9.6. O sexto receberá um diploma e um livro.

9.7. Caso no decorrer do concurso a comissão organizadora possa adquirir patrocínios, os prêmios serão mais pomposos com a realidade do concurso.

9.8. Não será permitido empate.

10. Disposições Gerais:

10.1. O PRÊMIO RADIOTELEGRAFISTA AMARO PEREIRA DE CRÔNICA se reserva no direito de publicar as crônicas inscritas, vencedoras ou não, em livros, ficando explícito que o ato de inscrição através da ficha implica em autorização para publicação.

10.2. Os autores das crônicas publicadas serão automaticamente avisados por via e-mail.

10.3. Nesta edição o Coordenador de Divulgação Virtual do PRÊMIO RADIOTELEGRAFISTA AMARO PEREIRA DE CRÔNICA será o escritor Edweine Loureiro de Saitama/Japão.

Cabo Frio, 30 de agosto de 2014.

Rodrigo Octavio Pereira de Andrade (Rodrigo Poeta)
Coordenador e idealizador do PRÊMIO RADIOTELEGRAFISTA AMARO PEREIRA DE CRÔNICA

Edweine Loureiro
Coordenador de Divulgação Virtual do PRÊMIO RADIOTELEGRAFISTA AMARO PEREIRA DE CRÔNICA

JURADOS

SYLVIA MARIA - PROFESSORA E ACADÊMICA DA ACADEMIA CABO-FRIENSE DE LETRAS

ANTHONY MOHAMMAD - POETA E COLCABORADOR DO PORTAL ÁRABE

ALBERTO ARECCHI - ESCRITOR

IVA MARIA - JORNALISTA E ARTISTA PLÁSTICA

EDWEINE LOUREIRO - PROFESSOR E ESCRITOR

MARCELO DE OLIVEIRA - PROFESSOR E ESCRITOR

MARCELO REIS - PRESIDENTE DA ABRAONG

ANDREA PIRES - POETISA

VANDA BUGRA - POETISA

JORGE HENRIQUE - GALPÃO DA CULTURA NEGRA

sábado, agosto 23, 2014

RODRIGO POETA É MÁTERIA NO NOTICIÁRIO DOS LAGOS

*MATÉRIA FEITA POR SYLVIA MARIA.

*NOMEAÇÃO DE RODRIGO POETA COMO 
EMBAIXADOR DA BOA VONTADE 
PELA ONG PEACE MISSION
DO PAQUISTÃO.

domingo, agosto 10, 2014

CABO-FRIENSE É O ÚNICO REPRESENTANTE BRASILEIRO EM ONG DO PAQUISTÃO


Cabo-friense é o único representante brasileiro em ONG do Paquistão

O escritor e acadêmico Rodrigo Octavio Pereira de Andrade foi nomeado Embaixador da Boa Vontade pela ONG PEACE MISSION, que tem sede no Paquistão. A sua nomeação foi feita pelo ativista paquistanês Wajid Saeed, que é uma das lideranças da ONG PEACE MISSION. Esta entidade tem como lema: a paz, a prosperidade e progresso. Para conhecer mais sobre a atuação da PEACE MISSION é só acessar: www.peacemissionorg.com e o Facebook/peacemissionorg

DIPLOMA DA PEACE MISSION.


Rodrigo Octavio conhecido por Rodrigo Poeta no meio literário realizou este ano VIII CONCURSO POESIARTE com o apoio cultural da entidade e divulgando ela, através da temática do concurso que foi Missão de Paz. Rodrigo deverá realizar em setembro um concurso de crônicas com temática referente à organização e também tem como projeto em arrecadar livros para uma futura biblioteca beneficiente que possa ajudar a sociedade tanto carente e livros como em educação na cidade de Cabo Frio.

CARTA DE AUTORIZAÇÃO DA PEACE MISSION.

terça-feira, julho 29, 2014

ENCONTRO CULTURAL NO CHARITAS EM CABO FRIO/RJ

*Na foto: O escritor Rodrigo Poeta, o escritor Paulo Cotias
e a escritora Meri Damaceno.

*O encontro cultural no Charitas foi iniciativa da escritora e jornalista Sylvia Maria Ribeiro. Foi um momento muito agradável. Se falou da memória cultural da cidade de Cabo Frio, o lançamento da segunda edição do livro Cabofrianças de Meri Damaceno, de literatura e política cultural. O evento aconteceu no dia 22 de julho, numa tarde de terça-feira no Charitas em Cabo Frio/RJ.

-Vejamos outras fotos:

*Na foto: Meri Damaceno, Sylvia Maria, Rodrigo Poeta
e Paulo Cotias.

*Na foto: Meri Damaceno com seu livro
Cabofrianças e Rodrigo Poeta com seu livro
POESIARTE.


*Fotos: Sylvia Maria Ribeiro e Evangelus Pagalidis.



segunda-feira, julho 14, 2014

PAGO IPVA PARA QUÊ?


PAGO IPVA PARA QUÊ?

Faz mais de uma semana que a Prefeitura de Cabo Frio/RJ tirou o asfalto em frente da Escola Municipal Oswaldo Santa Rosa no Guriri para resolver um problema crônico no local, mas não deu continuidade ao trabalho. Deixando esta área sem proteção alguma, ou seja, sem asfalto, que com as chuvas desses dias se criou diversas crateras na via! Pago IPVA para quê? Estão esperando um acidente! Tem uma escola na frente! Uma via de grande fluxo de carros! Os carros estão fazendo contramão devido às crateras no asfalto! Cadê a Prefeitura que deixou os problemas para nós cidadãos cabo-frienses?

Veja outras fotos:

*Na foto: O carro fazendo contramão devido aos buracos.

*Na foto: Buracos na frente da escola.

*Fotos: Rodrigo Poeta.
*Data: 14/07/14.
*Cidade: Cabo Frio/RJ.


quarta-feira, julho 09, 2014

PROJETO QUERO MAIS ÁRVORES NA MINHA CIDADE

*Na foto: Aterro que foi colocado
num brejo do Guriri.

*Na foto: Vegetação arrancada e posta
num canto para ser queimada.

*Na foto: Árvores viram um monte triste, 
para nascer ali, lotes da especulação imobiliária.

*Na foto: Um pedaço do brejo já coberto por aterro
e o que resta dele e sua vegetação de pé.

*Na foto: O Brejo do Bololô no Guriri,
o que ainda resta dele, pois será totalmente aterrado.

*Na foto: O Brejo do Bololô.


*Na foto: Camboim pede socorro!

*Uma pena ver o pouco de verde que esta no Guriri virar isto! Perde-se o meio ambiente, a nossa flora e fauna. Você sabia que nestes pequenos corredores verdes possui: micos, gambás, preás, porcos-espinhos, aves (tiê sangue, azulão, galo da campina, coleiro, coruja buraqueira, acauã, urubu de cabeça branca, caboclinho, coleiro do brejo, sanhaçu, araponga, pato do brejo, etc), insetos, anfíbios e répteis. Animais essenciais. Uma pena mesmo! Fica meu lamento! 


*Fotos: Rodrigo Poeta.
*Local: Guriri - Cabo Frio/RJ.
*Data: 09/07/14.
*Câmera: Sony HD Movie 720p - Cyber-shot 16.1 mega pixels.






sábado, julho 05, 2014

UMA CHARGE DE ZEL PARA REFLETIRMOS!


ENTREVISTA COM O BOTONISTA ANTONIO WELLINGTON

Antonio Wellington com o Troféu de Campeão 
da Copa do Mundo 
da Federação (FEFUMERJ) 2014.

ENTREVISTA FEITA POR RODRIGO POETA

*Nome: ANTONIO WELLINGTON DE OLIVEIRA NAZARÉ.
*Cidade de origem: Cabo Frio/RJ.
*Data de nascimento: 25/11/1983.
*Cidade que representa: Cabo Frio/RJ.
*Atividades (profissão e outros): Professor de Matemática do Ensino Fundamental e Médio, Coordenador do Polo da Universidade Aberta do Brasil em Iguaba Grande/RJ.
*E-mail: antonio_nazare@ig.com.br
*Clubes que jogou como Federado: 
Associação Cabofriense de Futebol de Mesa, Clube de Regatas Vasco da Gama e ADDP Cabo Frio.

1-Quem incentivou você para jogar futebol de botão, nome dado no século passado a este esporte? 

      Antonio Wellington: O perfil do botonista é o de uma pessoa apaixonada pelo Futebol, comigo não é diferente, inicialmente o Futebol de Mesa era uma brincadeira de criança incentivada pelo meu pai e primos, hoje além de um hobby, levo a sério as competições viajando pelo Brasil.
     O Futebol de Mesa foi criado inicialmente como um passatempo por volta do ano de 1930 pelo brasileiro Geraldo Decourt, chamado o esporte de futebol Celotex – que era o nome do material de confecção das mesas, sendo difundindo ao longo do nosso país com o incremento de várias regras, tipos de botões e mesas de jogo. No ano de 1988 o futmesa foi nomeado oficialmente como esporte pelo Conselho Nacional de Desportos, hoje temos 4 regras praticadas reconhecidas pela Confederação Brasileira de Futebol de Mesa com competições por todo o país. Além da regulamentação das regras, a evolução do material de confecção dos botões e das mesas impulsionou o número de praticantes do esporte, hoje o futmesa é praticado em vários países da América do Sul, Europa e Ásia. 

2-Qual botonista foi referência jogando na década de 90 em Cabo Frio? 

    Antonio Wellington: Como disse anteriormente, tudo era uma brincadeira organizada entre amigos no bairro da Gamboa onde cresci em Cabo Frio. Já no final da década de 90, com a chegada de botonistas de outros bairros, criamos a Associação Cabofriense de Futebol de Mesa e passamos a disputar as competições estaduais, onde nomes como Flávio Rebel, Maurício Pires Pacheco, Vinícius Viana, Ramon Rodrigues, Rodrigo Otávio e Lanussi Oliveira despontaram e tornaram-se nomes de referência do futmesa carioca.

3-Nas décadas de 80 e 90 o futmesa na Região dos Lagos era uma febre, o que fez a modalidade declinar na região? 

     Antonio Wellington: Assim como todo esporte de mesa, aqui cito: o xadrez, o dominó, a dama, o futmesa sofre uma concorrência com os jogos eletrônicos. O jovem acaba optando pela prática do vídeo game devido a toda sua propaganda.

4-Quem hoje faz parte da nova geração de botonistas da Região dos Lagos e que pode nos dar grandes alegrias?

     Antonio Wellington: Principalmente por tratar-se de um esporte amador e com pouca divulgação da mídia esportiva em geral, alguns botonistas cabo-frienses pararam de jogar a alguns anos para se dedicarem a suas atividades profissionais, hoje fazemos um trabalho de resgate desses nomes. Entre os mais jovens destaco o Davi Gomes. 

5-Por que o futmesa é pouco divulgado na Região dos Lagos na mídia? 

     Antonio Wellington: De forma geral o futmesa era visto como uma “brincadeira”, quebrar esse paradigma é difícil, mas acredito que ao longo dos anos nos fortaleceremos ainda mais como esporte. Durante este período de Copa do Mundo em nosso país, grandes veículos da mídia nacional e internacional como: O globo, BBC News e a própria FIFA procuraram a Federação de Futmesa Estadual para a divulgação do futmesa.

6-Quais suas conquistas como federado e como amador em Cabo Frio? 

    Antonio Wellington: Destaco o 2º Lugar no Mundial em 2003, e neste ano de 2014 a conquista do 1º lugar na Copa do Mundo da Federação e 2º lugar na Copa do Brasil realizada em Brasília.

*Na foto: Antonio Wellington em ação 
na Copa do Mundo da FEFUMERJ.

7-Você utiliza as regras do futmesa na sua profissão? 

    Antonio Wellington:  As regras propriamente ditas não, mais o jogo como um todo me ajuda muito. O futmesa desenvolve o raciocínio lógico e concentração dos seus praticantes, o respeito ao adversário e a boa convivência em grupo marcam as competições.

8-Por que a regra 12x3 não vingou? 

     Antonio Wellington: A regra 12x3 é uma regra municipal e marcou época de uma geração cabofriense, que se reunia quase que diariamente para a sua prática. Acho que a regra “vingou” sim por longos anos, mas hoje é preciso pensar no futuro do esporte e a prática de uma única regra no país como um todo é o caminho.

9-Por que na Região dos Lagos só temos botonistas jogando a regra 9x3 modalidade dadinho?

    Antonio Wellington:  Todos os botonistas têm suas atividades profissionais, e com pouco tempo disponível para a prática do futmesa acabam optando pela modalidade oficial, treinando assim para as competições estaduais e nacionais. 

 10-Existe associações no Rio de Janeiro que não jogam como federados? Cite algumas e explique o motivo delas não estarem na FEFUMERJ? 

    Antonio Wellington: A FEFUMERJ é a entidade que regulamenta e organiza as competições oficiais de futmesa em nosso estado, e como toda entidade oficial aceita apenas a filiação de equipes e clubes devidamente legalizados perante as leis desportivas nacionais, um outro fator é o financeiro que faz com que os botonistas se organizem para jogar em locais próximos as suas residências, e por último a paixão por uma regra ou tipo de botão de sua infância.

11-Há mais de uma década você é o maior nome do futmesa da Região dos Lagos. Quais seriam os passos para um novato na modalidade para chegar ao nível que você chegou?

    Antonio Wellington: Treinar o futmesa com regularidade é o que leva as conquistas, sempre respeitando os adversários e aprendendo com as derrotas e vitórias.

12-O que você acha do futmesa em Iguaba Grande? 

   Antonio Wellington: Acho ótimo que tenhamos outro polo do futmesa em nossa região, espero que consigam novos adeptos e se solidifiquem cada vez mais no cenário nacional do futmesa, assim como outras cidades do interior como: Nova Friburgo/RJ, Itajaí/SC, Juiz de Fora/MG.

13-Deixe uma mensagem para posterioridade.

   Antonio Wellington: O futmesa é um esporte para pessoas de qualquer idade, agrega valores positivos e proporciona ao seu praticante o bom convívio em sociedade, onde a formação das amizades acaba sendo algo comum.

*Na foto: Antonio Wellington e outros botonistas
no Ginásio Alfredo Barreto em Cabo Frio/RJ.