sexta-feira, maio 19, 2006

POESIARTE EM FOCO DE RODRIGO POETA


A poesiarte apresenta: Rodrigo Octavio Pereira de Andrade. Poeta, professor e pesquisador cabo-friense.

Vejamos uma de suas poesias que foi publicada no jornal O Popular da Costa do Sol de Iguaba-RJ:

“Ao Mar e a Pesca de Arraial do Cabo”

Ó vigia do Morro do Atalaia
Que observa o mar e a praia
Todos os dias, diante de um clima
Feito entre o prazer e o da sobrevivência.

Prazer de ver os peixes ao amanhecer
Chegaram perto da praia
E de avisar aos que se encontram no mar
Entre a praia, que a pesca vai ser boa.

Sobrevivência feita entre o mar,
Onde a pesca é o alimentar
Dos pescadores homens do mar,
Que trabalham para o sustentar;

Sustentar da vida,
Diante do sol e da neblina,
Onde só a luz do farol é o seu guia,
Até ao final da boa pesca bem-vinda.

Oh! Arraial,
Que antes era uma simples vila,
Hoje graças ao mar e a pesca triunfal
É uma cidade bem divina.

Não se pode esquecer dos bravos
Pescadores da Praia Grande cheia dos amores
E também dos grandes lutadores do mar dos Anjos,
Diante do Arraial dos poetas pescadores de palavras.

(Poeta Rodrigo Octavio Pereira de Andrade)


Poesia publicada no jornal O Popular da Costa do Sol de Iguaba-RJ.

Um comentário:

Cláudia Gonçalves disse...

Rodrigo,não sou nenhuma crítica Literária, mas leio com lucidez!!!Parece que vc tem a fórmula certa para expor em poesia seus sentimentos...Cada vez que te leio,sinto que vc tem um estruturado impulso de imagem poética trazendo aos leitores uma poesia prazerosa retratando com sabedoria o nosso cotidiano em poesia...
Parabéns e obrigada por compartilhar!
Suceeeeeeeeeesso...

Cláudia Gonçalves