domingo, junho 14, 2009

ENTREVISTA COM DOROTY DIMOLITSAS


A poesiarte apresenta: Doroty Dimolitsas. Poeta e ativista cultural. Natural de Sena Madureira no Acre-AC. Atualmente vive na capital São Paulo-SP.

-Vejamos uma entrevista feita por Rodrigo Poeta com a poeta Doroty Dimolitsas:

1-Como você começou a gostar de poesia?

R.: Eu fui criada em um colégio de freiras e lá sempre subíamos ao palco para dizer poesia ou fazer teatro.

2-Quem incentivou você?

R.: Minha amiga Solange Firmino e minha amiga Christina M. Herrmann. Elas praticamente foram minhas grandes inspiradoras além de muitas outras amigas. Principalmente minha família, meu filho que sempre me acompanha aonde vou.

3-Que tipo de poesia vocÊ mais gosta e prefere fazer?

R.: Gosto muito de mitologia, no entanto gosto de temas contendo metáforas, amor, flores, luz, mar, mas gosto de assuntos do tipo variados. Escrevo poemas temáticos hoje e amanhã posso escrever sobre as estrelas, falar de amor ou erotismo, tudo depende do lugar e dos acontecimentos.

4-Qual o seu estilo de fazer poesia, ou seja, qual o modo em que você faz a poesia?

R.: Tenho duas maneiras de fazer poesia lendo muito, pesquisando bastante e se mesmo assim não conseguir meu objetivo. Eu me fecho em um quarto faço meditação entro em minha alma e lá e encontro todas as respostas.

5-O que representa ser poeta para você?

R.: No meu caso é uma agradável forma de envolvimento com o outro, uma troca feliz, que tem me feito muito bem, e possibilidades de conhecimento e envolvimento com as literaturas de vários povos, de países que sem a literatura eu não teria me envolvido.

6-O que representa a poesia para você?

R.: Poesia para mim é uma busca profunda e voluntária de encontrar em nós mesmo, algo que na linguagem da alma é capaz de garantir com absoluta certeza que você está trilhando no caminho, induzido pela luz da vida verdadeira, onde você só responde para você mesmo. Razão pela qual só a verdade prevalece.

7-Quais os grandes ícones da poesia brassileira e mundial, que agrada mais você?

R.: Os poetas que mais gosto são JG de Araújo Jorge, Castro Alves, Fernando Pessoa, Olavo Bilac, Frederico Barbosa, Torquato Neto, Paulo Leminck, Oswald e Mário de Andrade, Manoel Bandeira, Carlos Drummond de Andrade, Cecília Meireles, Haroldo de Campos. Também gosto de Dante, Pablo Neruda, Camões, mitologia e os grandes mestres da filosofia. Sou do tipo que ler muito sem uma preferência, respeito cada um na sua grandeza. Embora minha leitura preferida seja os comerciais.

8-Você já participou de recitais de poesia? Se participou cite alguns de grande importância?

R.: Participei do Congresso de Poesia em Bento Gonçalves-RS e fazíamos saraus diários durante todo o congresso. Faço curso de poesia na Casa das Rosas em São Paulo-SP, onde fazemos em sarau por mês.

9-Qual a sua visão sobre a cultura principalmente no campo da literatura?

R.: Acho que o Brasil tem grande nomes, mas precisa aprender a respeitá-los e incentivá-los. Principalmente os novos poetas, que lutam muito para publicar seu primeiro livro, pois as editoras são caras.

10-Você já publicou algum livro? Se já, cite o nome dele e o ano em que foi publicado?

R.: Coruja Mitológica e participação em diversas antologias pelo Brasil.

11-Você já fez algum projeto ou participou de algum em referência a poesia?

R.: Faço poesia no Hospital e faço serviço voluntário para uma Ong que atende falimiares de drogados.

12-Qual a poesia sua em que você mais possui afeição?

R.: Quem Sou, e Reverso de mim, pois foi feito para os meus netinhos. Também o poema Carnaval que foi premiada com a medalha de ouro.


*Link da poeta no Jornal O Rebate:

http://orebate-dorotydimolitsas.blogspot.com/

2 comentários:

Alex Feitosa disse...

Parabéns pela entrevista!

dina disse...

Dora querida!
Parabéns! Linda sua entrevista.
sucesso querida! Vc merece todos!
bjss meus com carinho
Diná