sábado, abril 28, 2012

DIVULGANDO CULTURA!


Conforme divulgado no I Seminário Acadêmico Cultural, realizado no ano passado pela ARTPOP em Cabo Frio, a Academia de Letras e Artes Buziana – ALAB será a anfitriã do II Seminário Acadêmico Cultural Internacional. Trata-se de um encontro cultural para o aperfeiçoamento do artista em suas mais diversas modalidades. Um encontro multidisciplinar, composto por muito intercâmbio de informações.
Dentre os conferencistas convidados, a ALAB contará com o Catedrático e Patrono da ALAB, Evanildo Bechara,  da Academia Brasileira de Letras – ABL e muitos outros. Durante o final de semana, além da Cerimônia Acadêmica da ALAB,  acontecerá também a I Semana de Artes e Culturas Internacionais – “I SACI - 2012”, onde as várias nacionalidades existentes na cidade apresentarão a arte e cultura de seus países. Será um encontro imperdível, cheio de atividades.
As atividades do Seminário e SACI serão totalmente gratuitas para os participantes, portanto, agende-se para compartilhar conosco de mais esse momento cultural.
Visite o BLOG Oficial do evento, onde os participantes tem à disposição todas as informações pertinentes ao final de semana, tais quais, programação, hotéis e restaurantes credenciados, formulário de inscrição e turismo em Búzios.

Participe da Feira Literária e lance seu livro! Participe da Exposição de Artes Plásticas! Não tem custo!Não fique de fora desta oportunidade de conhecer uma das cidades mais lindas - a sexta mais visitada do Brasil - e ainda fazer um intercâmbio cultural incrível!.

DESTAQUE POESIARTE DE ABRIL


*A poesiarte apresenta: Dhiogo José Caetano, poeta de Uruana/GO é DESTAQUE DO MÊS DE ABRIL da Comunidade POESIARTE.  O poeta é Membro Correspondente da Academia Cabista de Letras, Artes e Ciências de Arraial do Cabo/RJ.

-Veja um poema de sua autoria:


*Arte de Fátima Queiroz 
de São Paulo/SP.


A arte do artista... O artista da arte...

A vida, o ser, a cor, a história...
Em papéis, tintas, lápis, molduras, portais...
Um artista que expressa e da vida aos sentimentos.
A arte que de forma sublime alimenta o artista.
A expressão de forma simples e complexa
se eterniza diante daquele que ver.
A música dança, palcos, cenários...
Velas, luzes brancas, poemas mórbidos
e emoções dilaceradoras.
Enfim, neste poema também há versos, flores,
orquídeas, amores e trovadores.
Essencialmente o artista vive de amores...
Os sentimentos são cruciais na elaboração da sua arte.
O artista coabita o mundo construído pela a
arte de ser poeta, escritor, trovador e senhor das palavras...
Arte que vem e vai, no comboio da vida.
Artes e artistas...
A arte do artista... O artista da arte...
Arte complexa arte!

(Dhiogo José Caetano)

domingo, abril 22, 2012

PIADA NO RITMO DE ALGUMA COISA, POIS EDUCAÇÃO NÃO É... POR RODRIGO POETA



PIADA NO RITMO
DE ALGUMA COISA,
POIS EDUCAÇÃO NÃO É...


     Lecionar uma arte para poucos. Um maestro que faz música sair da alma em profunda emoção. Dez anos de educação, o que vi, o que senti... Boa parte piada no ritmo de alguma coisa, pois educação não é...
      Senti na pele a descriminação, a perseguição, a intolerância, a desunião, a pobreza de espírito e algo mais.
      Trabalhei em diversas instituições na Região, o paradigma é o mesmo, ou melhor não há paradigma, pois nestas ditas instituições o que vê é a pura mágica da ilusão de se educar em pleno século XXI no Brasil.
       O educador só reclama, mas esta classe é desunida demais, vive de interesses escusos e só pensam no coletivo de seus bolsos e não no coletivo da arte de educar.
       Afinal o que é educar? Ser marionete? Ser omisso com a realidade que nos cerca?
       Dúvidas, perguntas, problemas, mas resposta para isto tudo, não há...
        Não é ser pessimista, concurso público é piada, número de vagas X, número de candidatos por vagas Y, número de contratados W...Ué...e o sindicado?
        Este que tira ainda o pouco da miragem dos nossos bolsos, este está com partido tal, fazendo lavagem cerebral ou outro tipo de lavagem...Sabe de uma coisa, aqui é o Brasil né!!!
       Os escravos da pedagogia só sabem falar de Pedro Demo, Paulo Freire, etc, etc, etc...Uma teoria, que não comunga com a prática enlatada nas escolas brasileiras.
        O Governo faz propaganda: “Seja professor!”. Eu digo: “Seja um sobrevivente e não um professor!”.
        Muitos vão criticar este artigo mameluco da informalidade perplexa do formal, que aparentemente está cego e caduco como boa parte dos jovens brasileiros em BBBs da vida e em MALHAÇÃO da mídia.
        Escutei coisas do tipo na minha trajetória: - Seu filha da puta, não lê não! (Palavras de uma diretora); – Seu professor viado, viadinho! (Palavras de um aluno); – Se você não me der dez, eu lhe enfio a porrada (Palavras de um aluno)....Somente palavras....
         Procurei ajuda, não tive...Sabe motivo? Amigos nesta profissão é ouro e quando a coisa é feia, ninguém estende a mão e sim faz descaso com sua dor.
        Fui humilhado para ganhar migalhas, apanhei de aluno...mas estão pensando você...com síndrome do preconceito, que deve ser de escola pública...Não, o pior que não é não,é de escola particular...
       Os discentes das escolas públicas são carentes de afeto, o verdadeiro professor este é glorificado, mas se for contratado é sumariamente destruído pela inveja daqueles que dizem ser concursados do café, do sofá, do enrolar...etc...É claro, vivo, TIM e oi....e até NEXTEL, que existem pérolas perdidas no deserto brasileiro.
        Se a educação é piada no Brasil, a culpa é simplesmente nossa, senhores brasileiros e senhoras brasileiras.
        Depois não vão chorar, por que o Brasil perdeu a COPA, a COZINHA, O QUARTO, A SALA, O QUINTAL, para a especulação do FMI.
        Fica esta frase de Konrad Adenauer para reflexão: “Todos vivemos sob o mesmo céu, mas nem todos vêem o mesmo horizonte.”


Presidente Rodrigo Octavio Pereira de Andrade
Academia Cabista de Letras, Artes e Ciências 
de Arraial do Cabo-RJ.


MIGALHAS DA VAIDADE POR RODRIGO POETA


MIGALHAS DA VAIDADE


     Existem pessoas que se vendem por migalhas, tudo por causa da vaidade. Malha o Judas, mas esquece que também compartilha da mesma família dos cafajestes e mercadores de almas da cultura. É uma pena, pois o verbo trair para estas pessoas é conjugado em todos os modos e tempos verbais sem distinção alguma, pois o caráter se perdeu com a lavagem cerebral de palavras falsas em troco de migalhas de mídia.
     A vaidade contamina a alma e a inveja a destrói, tudo por causa de migalhas. Migalhas dadas pelos usurpadores de almas fracas e pueris, que ao lado destes barqueiros acham que o sucesso é certo.
    A filosofia da vaidade é pisar em palavras como: amizade, fraternidade e solidariedade.
    O Judas não é o culpado, não é o traidor, só é um mensageiro que sopra uma bela oratória funesta aos olhos de quem quer que veja.
    Existem pessoas, palavras, atitudes, mas a vaidade as ilude com um apertar de mão.
    Esta é a nossa realidade, amizade é artigo de luxo, pois vivemos numa era feita por mídia e ilusão. Ser o melhor é ser simples e ter personalidade e não atropelar os transeuntes do caminho em busca de um horizonte efêmero.
    O honesto é detentor da sabedoria, muitos o invejam, muitos o difamam, muitos por vaidade ficam cegos, surdos e loucos, pois na sabedoria o silêncio é o melhor remédio para enfrentar certas ocasiões.
    A vida é assim, uns vão ao plano celestial, outros vão ao plano das migalhas da vaidade...Vai o caráter e a integridade do ser...Vão mãos da falsidade em bênçãos da ingratidão.
    Um coisa é certa, o horizonte só é visto por aqueles que tem alma, pois o horizonte é a fantasia em poesia aos olhos do coração. Ave Maria, Amém!

16-04-12

*Presidente Rodrigo Octavio Pereira de Andrade 
da ACLAC/Arraial do Cabo/RJ.

segunda-feira, abril 09, 2012

II CONCURSO DE POESIA AUTORES S/A





II Concurso de Poesia Autores S/A
Realização: Blog Autores S/A (http://autoressa.blogspot.com)
Idealizador: Lohan Lage Pignone


Regulamento oficial


1. DO OBJETIVO DO CONCURSO


Percebe-se um crescente número de poesias sendo divulgadas através de espaços virtuais, sobretudo em blogs. A má valorização e a descrença que se dá à poesia na sociedade têm gerado, nos últimos anos, um êxodo poético para o mundo virtual: espaços democráticos, sem pretensões lucrativas, que trazem do anonimato poetas de incontestável talento. Poetas que, por sua vez, não obtiveram boa receptividade (ou nenhuma) sob o aspecto mercadológico do material poético. Com base nesta prerrogativa, o blog Autores S/A tomou a iniciativa de estimular a produção de poemas, a formação e a divulgação de novos poetas. Nesta segunda edição do concurso, a expansão dos trabalhos dos poetas será ainda mais vasta comparada à edição do ano passado. O grande diferencial do Concurso de Poesia Autores S/A são as análises e ensinamentos deferidos por jurados – autores renomados e professores de alto gabarito – que se encarregam de direcionar os poetas, ensiná-los técnicas em prol de sua evolução na competição e, consequentemente, fora da competição. Tal característica não se observou, até então, em nenhum outro certame.


2. DAS INSCRIÇÕES


2.1 O período de inscrições se dará entre os dias 02 de abril de 2012 a 14 de maio de 2012.
2.2 Poderão se inscrever pessoas físicas, de qualquer idade, residentes legais em qualquer país, desde que o trabalho enviado tenha sido escrito em língua portuguesa (o que não impede, de forma alguma, o uso de termo estrangeiro no poema).
2.3 Não será cobrado qualquer tipo de taxa de inscrição.
2.4 Os participantes deverão, no período de 02 de abril de 2012 até 14 de maio de 2012, acessar o blog Autores S/A, cujo endereço é: http://autoressa.blogspot.com e preencher o formulário de inscrição que pode ser acessado através do seguinte link: http://autoressa.blogspot.com.br/2012/04/ii-concurso-de-poesia-autores-sa.html, com os seguintes campos obrigatórios: nome e endereço completos, pseudônimo, telefone, data de nascimento, e-mail e, claro, o poema intitulado. O participante deverá ser seguidor (a) do blog Autores S/A (basta ir em Amigos S/A).
2.5 O pseudônimo disposto no item 2.4 não poderá conter qualquer semelhança com o nome real do participante.
2.6 O sistema de inscrição informará ao participante, via e-mail, se a inscrição foi ou não efetuada com sucesso. É de suma importância verificar a caixa de spam neste caso.
2.7 O poema deverá ter, obrigatoriamente, um título.
2.8 Os participantes serão excluídos automaticamente do concurso em caso de fraude comprovada ou de apresentação de poemas que não sejam de sua autoria, podendo ainda responder por crime de falsidade ideológica ou documental.
2.9 Os finalistas do ano passado, com exceção dos dois primeiros colocados (que não poderão se inscrever este ano), que queiram se inscrever novamente, por favor: enviem pseudônimos diferentes, bem como poemas diferentes.


3. DA BANCA DE JURADOS


3.1 O júri oficial será formado por pessoas reconhecidamente capacitadas em Literatura e/ou Artes e/ou Educação. Os convidados, para formarem o júri durante as etapas do concurso, serão autores (de renome ou não), ou pessoas de nível semelhante ao dos jurados oficiais.


4. DAS FASES DO CONCURSO


4.1 Haverá a pré-seleção dos poemas inscritos. A pré-seleção consistirá em duas fases: na primeira fase, serão classificados 30 poemas. Desses 30 poemas, uma nova seleção será realizada, com base em um novo desafio proposto para os 30 poetas.
4.2 Os poetas classificados serão devidamente informados, via e-mail, sobre todo e qualquer desafio que virá a ser proposto pela organização do concurso.
4.3 O término da segunda fase da pré-seleção se dará com a classificação de dez (10) poemas. Os dez poetas, respectivos, disputarão a fase final do concurso.


5. DA FASE FINAL DO CONCURSO


5.1 A fase final do concurso, disposta no item 4.3, será disputada emoito (08) etapas semanais.
5.2 Em cada etapa haverá uma temática estabelecida pela organização do concurso, a qual os poetas finalistas deverão obedecer no feitio de seus poemas.
5.3 As temáticas dispostas no item 5.2 serão encaminhadas para os poetas com cinco dias de antecedência em relação ao dia de postagem.
5.4 Todos os poemas da fase final deverão ser enviados para o e-mail do concurso (e-mail revelado somente para os classificados). Todos os poemas serão publicados no blog Autores S/A, de acordo com as etapas. As datas e horários/ prazos serão devidamente informados aos poetas finalistas na ocasião.
5.5 Os poemas da fase final deverão ser enviados em anexo ou no próprio corpo do e-mail do concurso, em fonte Times New Roman, tamanho 12. Não haverá limite de linhas/versos ou caracteres. Será permitido o envio de uma (01) imagem para ilustrar o poema (dado facultativo), exceto quando for determinado o contrário em alguma das etapas.
5.6 Os dez poetas finalistas disputarão as oito etapas em pontos corridos, ou seja, não haverá eliminação durante a fase final do concurso. O poeta que, ao término do certame tiver acumulado maior número de pontos, será consagrado o vencedor.
5.7 A pontuação, supracitada no item 5.6, será estabelecida da seguinte forma:
Os jurados empregarão suas notas de 9 a 10 (9,1 – 9,2 – 9,3 – 9,4, e assim até 10).
Abaixo, o padrão de pontuação que será estabelecido, dos poetas mais pontuados (soma de todos os jurados) até os menos pontuados na etapa:


1º - 12 pontos / 2º - 11 pontos / 3º - 10,5 pontos / 4º - 10 pontos / 5º - 9,5 pontos
6º - 9 pontos / 7º - 8,5 pontos / 8º - 8 pontos / 9º - 7,5 pontos / 10º - 7 pontos.


5.8 Haverá a participação popular durante o concurso, através de enquetes. Os poetas mais votados pelo público nas enquetes poderão receber apenas 1 ponto de bonificação nas etapas.
5.9 Não será permitido qualquer tipo de acordo entre os participantes durante a fase final do concurso. Tanto os prêmios quanto o título do concurso serão intransferíveis.


6. DA PREMIAÇÃO


6.1 A premiação do II Concurso de Poesia Autores S/A será distribuída da seguinte forma:


1º colocado: Uma quantia de 400,00 (quatrocentos reais) em dinheiro; 1 Troféu; 1 Assinatura, de seis meses, da revista Metáfora; 1 Caricatura (do poeta vencedor) e publicação de 3 poemas do concurso no site Mundo Mundano.


2º colocado: 1 aparelho de MP5 4GB; 1 Troféu; 1 Assinatura, de dois meses, da revista Metáfora e publicação de 2 poemas do concurso no site Mundo Mundano.


3º colocado: 1 aparelho de celular (Samsung); 1 Troféu; 1 Assinatura, de dois meses, da revista Metáfora e publicação de 1 poema do concurso no site Mundo Mundano.


4º colocado: 1 caderno Moleskine; 1 Assinatura, de dois meses, da revista Metáfora e 1 livro.


5º colocado: 1 Assinatura, de dois meses, da revista Metáfora e 1 livro.


6º colocado: 2 livros.


6.2 Haverá, ao término do concurso, uma postagem que irá celebrar e premiar os melhores poemas do concurso – abarcando os poemas de desde a segunda fase da pré-seleção. Será a premiação extra, que será dividida em categorias. São elas:


a) Melhor poema     
b) Melhor título     
c) Melhor verso   
d) Melhor estrofe
e) Melhor criatividade  
f) Melhor intertextualidade


6.3 O vencedor de cada categoria receberá um (01) livro como premiação.
6.4 Durante o certame, serão sorteados prêmios entre os participantes.
6.5 Todos os prêmios serão devidamente enviados, por Correios,após o término do concurso.


7. DISPOSIÇÕES FINAIS


7.1 Durante todo o período do concurso, o espaço do blog Autores S/A ficará reservado unicamente para o recebimento de textos concernentes ao concurso de poesia. 
7.2 Ao fazer a inscrição, o autor estará concordando com as regras do concurso, inclusive autorizando a publicação da obra no blog Autores S/A. O autor responderá por plágio, cópia indevida e demais crimes previstos na Lei dos Direitos Autorais.
7.3 Os participantes serão prontamente avisados sobre a classificação ou a não classificação para a fase seguinte logo ao término da pré-seleção.
Dúvidas? Entre em contato conosco:
E-mails: poesiaautoressa@gmail.com ou lohanlp@yahoo.com.br