terça-feira, junho 20, 2006

POESIARTE EM FOCO DE PAULINO VERGETTI


A poesiarte apresenta: Paulino Vergetti.Poeta alagoano.

Vejamos uma poesia de sua autoria:

"Da morte..."

 
A morte parece-me um louco vácuo
que das lágrimas bebe insatisfeita
tirando-nos um ar.
E vamos..., quietos e frios,
na escuridão do desconhecido.
Há quem morra todos os dias;
eu não.
Tenho-na como ingrata e certa.
Quando a tolero, morre um pouco de mim
num fraco vazio
que possuo escondido
onde a vida me esconde.
Sua voz é o silêncio triste
dos sons que se perdem
entre os sonhos da voz.
Deus me livre morrer um dia.
Para isso dei meu corpo poeirento
para ficar; ele é o féretro
enchendo o vazio de minha sepultura.


(Poeta Paulino Vergetti)

Um comentário:

Paulino Vergetti Neto disse...

É com muita alegria,cheio de um fértil contentamento que,hoje,deparo-me com um poema meu postado nesse belo e interessante Blog. Minha responsabilidade aumentou. Tenho que escrever cada vez,mais e melhor. Agradeço do âmago do meu coração,pelo modo carinhoso desta acolhida. Amo vocês,de coração. Minha poesia ficará a pulsar nesse espaço imorredor,onde o sentido da vida faz-se mais representativo. Abraço a todos.