sábado, dezembro 30, 2006

POESIARTE DE JOÃO PEDRO RORIZ


A poesiarte apresenta: João Pedro Roriz. Poeta e ator carioca.

Vejamos um poe
ma de sua autoria:
 

"A DIVINA COMÉDIA"

Nossos olhos repousam após a divina tormenta do tempo;
Nossos sonhos dançam constrangidos sob a chancela de acordes viscerais;
Os quebrantos colossais se abraçam sofridos...
E despertamos num sórdido momento de ilusão.

Nos amamos, escondidos...
Com os olhos lançados no abismo que separa o inferno do paraíso;
E nesse furto solitário das emoções tempestivas, nos consumimos,
Pois o mistério contradiz o tempo quando somos bandidos.

_________________________________________
Poema integrante do livro "A Poesia Teatral" (João Pedro Roriz, Editora Ibis Libris)

3 comentários:

Paulo Neumann disse...

Belíssima Linguagem Poética! Busca de uma Nova Estética Literária, onde imperativos sistêmicos não podem, jamais, inibir o Poder das Emoções - tão vitais para a excelêencia de um Verdadeiro Poema! Gosto dessa forma livre de "poetar" - livre de ditaduras acadêmicas!

Anônimo disse...

O Poeta João Pedro Roriz é uma joia da nova safra de escritores cariocas. Dificilmente vejo um jovem com tamanha desenvoltura na difícil prática de comunar o academicismo das palavras e do estilo fixo de alguns poemas com os versos livres dos chamados artistas marginais. Algo para ser apreciado. O seu livro "A Poesia Teatral" está simplesmente genial.

Anônimo disse...

This young poet, João Pedro Roriz, is the best brazilian writer! He's beautifull, live in my heart.

love you, Roriz!!

Please, write me. graceandjoyce@yahoo.com

Grace Kollins