sábado, março 07, 2009

ENTREVISTA COM SELMO VASCONCELLOS


A poesiarte apresenta: Selmo Vasconcellos. Nasceu em Bangu, Rio de Janeiro-RJ, e reside desde 1982 em Porto Velho-RO.

*Poeta, cronista, contista, antologista, divulgador cultural e editor da página literária impressa semanal “LÍTERO CULTURAL, jornal ALTO MADEIRA".

*Colaborador no
www.rondoniaovivo.com com a página "Momento Lítero Cultural" e www.jornalorebate.com.br no Caderno R como colunista da página http://jornalorebateselmovasconcellos.blogspot.com com colaboradores em todo o território nacional e mais em 35 países, sendo eles : França, Portugal, Espanha, Cuba, Estados Unidos da América,Poesias publicadas : www.selmovasconcellos.zip.net

*Obras publicadas (poesia e prosa): REVER VERSO INVERSO (1991), NICTÊMERO (1993), POMO DE DISCÓRDIA (1994), RESQUÍCIOS PONDERADOS (1996) e LEONARDO, MEU NETO (antologia,2004).Livretos independentes (poesia): MORDE & ASSOPRA e suas causas internas e externas (1999), DESABAFOS em memória de ROY ORBISON (2003), Revista Antológica “Membros da Galeria dos Amigos do Lítero Cultural” (2004).

-Vejamos uma entrevista feita por Rodrigo Poeta com o poeta Selmo Vasconcellos:


1-Como você começou a gostar de poesia?

SELMO – Nos anos 70 gostava e ainda gosto muito de rock, e toda vez que ouvia Led Zeppelin me dava vontade escrever poesias ( infelizmente não tenho nenhuma delas comigo ). Comecei mesmo a escrever em 1985 já residindo em Rondônia, mas prefiro citar o ano de 1991 quando publiquei o meu primeiro livro Rever Verso Inverso.

2-Quem incentivou você?

SELMO – Iniciativa própria quando declamei “Deus” de Casimiro de Abreu, no primeiro ano ginasial. E leitura de livros desde menino.

3-Que tipo de poesia você mais gosta e prefere fazer?

SELMO - Gosto daquelas poesias que não são melosas.

4-Qual o seu estilo de fazer poesia, ou seja, qual o modo em que você faz a poesia?

SELMO -Costumo rabiscar poesia quando ela vem vindo de mansinho e pode ser em qualquer lugar : ônibus, na praça, na rua... Não sento pra escrever e nem forço a barra, quando ela chega, às vezes leva tempo, mas aí já vem prontinha.

5-O que representa ser poeta para você?

SELMO – Falta muito para ser um poeta, preciso aprender muito. E muita leitura.

6-O que representa a poesia para você?

SELMO – Uma boa poesia representa reflexão.


7-Quais os grandes ícones da poesia brasileira e mundial, que agrada mais você?

J.Gê de Araújo Jorge e meus colaboradores de longas datas : Jean-Paul Mestas ( França ), Reynaldo Valinhos Alvarez, Anderson Braga Horta, Raquel Naveira, Márcio Catunda, Rogério Salgado, Irineu Volpato, Neusa Zanirato, Marisa Zanirato, Ives Gandra da Silva Martins e outros.

8-Você já participou de recitais de poesia? Se participou cite alguns de grande importância?

SELMO – Até nos finais dos anos 90 participava muito de recitais e saraus, depois fui me afastando, agora sou mais caseiro.

9-Qual a sua visão sobre a cultura principalmente no campo da literatura?

SELMO – Os escritores sempre fizeram a sua parte em prol do engrandecimento da literatura, infelizmente órgãos oficiais ligados às artes, políticos e a maioria dos empresários, optam em apoiar o futebol.

10-Você já publicou algum livro? Se já, cite o nome dele e o ano em que foi publicado?

SELMO – Rever Verso Inverso ( 1991 ), Nictêmero ( 1993 ), Pomo de Discórdia ( 1994 ), Resquícios Ponderados ( 1996 ), LEONARDO, MEU NETO (antologia,2004).

Livretos independentes (poesia): MORDE & ASSOPRA e suas causas internas e externas (1999), DESABAFOS em memória de ROY ORBISON (2003), Revista Antológica “Membros da Galeria dos Amigos do Lítero Cultural” (2004).


11-Você já fez algum projeto ou participou de algum em referência a poesia?

SELMO – Fiz muitos projetos em prol da literatura como também participei de alguns deles, trabalhei muitos anos no Departamento de Cultura da Secretaria de Estado da Cultura, Esportes e Lazer de Rondônia. Atualmente exerço minhas atividades na Biblioteca.

12-Qual a poesia sua em que você mais possui afeição?

SELMO – Tenho um carinho por esta poesia.

MATA

Hoje me matas
violentamente
com este machado.

Mas,
amanhã das minhas flores
te farão uma coroa,
do meu caule
tua urna mortuária.

Aí sim,
irás ao encontro
da minha raiz.

Eu te esperarei lá embaixo.

*CONTATO com autor: vasconcelloselmo@hotmail.com

24 comentários:

Anônimo disse...

Meu confrade, grato pela homenagem, mas ainda preciso muito para ser um poeta, no momento apenas brinco com as palavras. Mas de você veio a emoção. Meu agradecimento profundo. Abraços fraternos. Selmo Vasconcellos

Hélio disse...

Oportuna homenagem a Selmo Vasconcelos que é um menestrel da literatura poética em Rondônia. Audacioso na sua luta em divulgar a arte literária mesmo sem o apoio necessário dos órgãos oficiais de cultura ou de quem quer que seja. Selmo é um arquiteto da poesia... suas brincadeiras com as palavras faz surgir lindos poemas. Hélio Costa

Sandra Almeida disse...

Rodrigo,maravilha vc entrevistar Selmo.Brilhante poeta e grande amigo.
Abraços Selmo,meu eterno amigo.

Anônimo disse...

Parabéns Rodrigo por esta bela iniciativa de mostrar um pouco do muito que é Selmo Vasconcelos para as artes e literatura de Rondônia e porque não dizer do Brasil.
Selmo como já disse antes é um incansável divulgador cultural através da sua pagina “LÍTERO CULTURAL, no jornal ALTO MADEIRA e diversos sites pelo Brasil e pelo mundo".
Ao meu amigo Selmo fica aqui um abraço, e este reconhecimento é mais um estímulo para que você continue a lutar em favor das artes de nossa terra.

Vilhena Rondônia, 07.03.09
João Paulo das Virgens

rose disse...

Parabéns amigo Rodrigo, pela grande iniciativa de homenagear em vida este grande e incansável incentivador de longas datas, da cultura de Porto Velho e redondezas, rincão altamente carente deste nosso imenso Brasil.
Selmo,congratulo-me com você por isso.E é bem por aí...precisamos muito aprender AINDA.Grande abraço.Rose de Arruda

Marisa Zanirato disse...

Parabéns Rodrigo, por esta merecida homenagem ao grande autor e incansável divulgador da literatura brasileira: Selmo Vasconcellos.
Selmo, poetamigo, parabéns pelo seu trabalho literário. Muita gentileza sua colocar-me junto aos renomados autores da sua preferência. Obrigada!
Abraços!

ana wagner disse...

Parabenizo Rodrigo por entrevistar
nosso querido Anselmo, um grande poeta e um brilhante trabalhador em prol da cultura no Brasil e no mundo!
Parabéns aos dois!
Abraços
Ana Wagner

Carmen Regina Dias disse...

Primeiro comentário:
estou adorando a entrevista.
Led Zeppelin!
Kashmir!

Sabia que traz algo muito especial na algibeira...
sabia que a gente tinha mais coisas em comum...




(louca para saber se acha minha poesia melosa...rsss)

Celiomar disse...

Amigo leitor destas minhas palavras, se te falta parâmetros para avaliar uma amizade leal e verdadeira. Que tal observar as atitudes e ações de Selmo Vasconcellos!
Um incansável operário da arte literária brasileira... Porto seguro para nós, com pouco ou nenhum espaço na grande editora e mídia.
Selmo é meu amigo embora nunca tenhamos nos visto e, merece esta homenagem. Não por ser meu amigo, mas por tudo o que representa e pelo seu caráter... O que promete realmente cumpre!
Um dia Selmo disse que após ler meu livro, faria uma matéria sobre ele... Meses se passaram e, um dia recebi pelo correio uma enorme matéria, meia página de um grande jornal de Rondônia, falando sobre meu livro, minhas poesias, minha vida literária... Assim é o grande amigo Selmo...
Como poeta, digo a Selmo muito obrigado pela sua dedicação à nossa arte. E a você Rodrigo, parabéns pela entrevista!

Dora Dimolitsas disse...

Rodrigo uma iniciativa brilhante
O Selmo é realmente um poeta
cheio de brilhantes qualidades
dedicado, e ligado na Cultura pura,
parabéns Selmo você merece amigo
guereiro da CULTURA parabéns abraços
Dora

Neusa disse...

Rodrigo, merecida homenagem ao grande batalhador de nossa literatura, além de excelente poeta.
Selmo Vasconcellos merece toda nossa homenagem e carinho.
Parabéns, Rodrigo, pelo seu trabalho e por esta entrevista.

Neusa Zanirato

PORTAL ANTÔNIO POETA disse...

Definitivamente, meu irmãozinho Selmo "é o cara"!
Ele é Rei Midas da mídia internet, isto é, tudo o que esse homem bota a mão vira ouro... Impressionante!
Parabéns ao Rodrigo pela sensibilidade empreendedora de focar aqui um pouco da história e das realizações desse grande gladiador da nossa literatura contemporânea!
Selmo, sou teu fã meu parceiro!!!
Antônio José

Regina Lyra disse...

Selmo, querido amigo,
Muito bom ler sua entrevista ao Rodrigo. Você que tento faz pela poesia agora nos diz seu pensamento.
Parabens amigos Selmo e Rodrigo!
Grande abraço,
Regina Lyra

Lucelia disse...

SELMO, QUERIDO AMIGO, PARABÉNS!!!
VC MERECE TODO RECONHECIMENTO E CARINHO PELO BELÍSSIMO TRABALHO.
TE ADMIRO MUITO, E DESEJO TODA SORTE DE BENÇÃOS PARA SUA VIDA.
PARABÉNS!!!
LUCÉLIA

MELL GLITTER disse...

Falar do Selmo é como escrever um poema, pois ele é dessas pessoas de alma transparente, que nos inspira a falar do amor e da vida.
Dono de uma singela simplicidade e humildade, que encantaram-me muito.
Gosto de pessoas que são verdadeiras, e ele é a verdade pura.Muitíssimo inteligente e talentosíssimo, poderia ser um arrogante astro intelectual,porem, optou em ser a forma mais bela da simplicidade:humano!
Tenho por ele profunda admiração e respeito, e o considero um dos maiores profissionais do ramo literário de nossa época.
Selmo, meu Rei, sucesso pra ti e que Deus conserve em vc este carisma tão singular que lhe faz tão especial.
Te adoro do fundo de meu coração!

Sua amiga

Mell Glitter

Ricardo disse...

Caro Selmo,

Parabéns pela excelente entrevista.

Ricardo Alfaya

Nadia de Souza disse...

Querido Rodrigo, trazer Selmo Vasconcelos até nós é deveras um presente. Na sua simplicidade e modéstia, Selmo revela o grande poeta que ele é, tornando veraz as palavras de Florbela Espanca:
"Ser poeta é ser mais alto, é ser maior
Do que os homens!...É ter fome, é ter sede de Infinito!
Por elmo, as manhãs de oiro e de cetim...
É condensar o mundo num só grito!"

Chris Herrmann disse...

Parabéns pela ótima entrevista, meu caro amigo Selmo. Ler sobre sua história é sempre um prazer.

Um grande abraço.
Chris

Sérgio Gerônimo disse...

Salve Rodrigo:
Parabéns pela justa homenagem a Selmo Vasconcellos com esta entrevista, ele é um grande poeta, divulgador e incentivador de outros poetas. Evoé, poetas.
Abração para os dois
sg

Anônimo disse...

Selmo por mais que se pergunte sempre vai faltar muito de você.

Parabéns ao Poesiarte por devolver um pouco do carinho que esse grande ser humano merece.

Parabéns Selmo por nos deixar conhecer um pouquinho de você

Um grande abraço com aplausos e flores.

Neli Vieira disse...

Parabéns Selmo pela entrevista, sabemos que ainda falta muito de você, e parabéns ao Poesiarte, por devolver um pouco do muito carinho que você merece
abraços com aplausos e flores

Rubenio Marcelo disse...

Selmo,
Uma bela entrevista em todos os sentidos.
Parabéns!

Anônimo disse...

Alcione Mazzeo
AMEI!

Infelizmente não consigo comentar, tentei inúmeras vezes e diz que minha senha está incorreta!! Havia escrito:

Bastante interessante a entrevista com o SELMO, parabéns!

Gostei especialmente da resposta 4qdo ele diz como escreve.
Grande artista!

Sucesso.

Dú Karmona disse...

Parabens Rodrigo, pela grande escolha: Grande Selmo Vasconcellos.
Selmo amigo, merecida homenagem a você, você é pura poesia!
Já disse, mas repito: você é um presente para a literatura e para mim especialmente.
Lindo você!
bj na alma!